Viagem de avião com bebês e crianças

Boa tarde!

Voltei dos EUA faz pouco tempo e algumas mamães estavam com dúvidas em relação à viagem com bebês e crianças: se a cadeirinha de carro conta como uma bagagem, se há berços disponíveis para os bebês…

Posso já responder que cadeirinha e carrinho de bebê não contam como bagagem para a American Airlines. A cadeirinha é despachada em um local diferenciado, conta como um volume despachado, mas não como bagagem. O carrinho se for dobrável, pode ser despachado no portão (é o que eu faço).

Entrei no site de algumas cias aéreas e peguei algumas informações para vocês. Claro que o ideal é sempre tirar as dúvidas com a própria cia antes da viagem, porque as regras podem mudar!

American Airlines 

american-airlines-template-1489180063375

“Em viagens internacionais, qualquer indivíduo menor de 18 anos que estiver viajando sem ambos os pais deve apresentar uma autorização de viagem” se não tiver especificado no passaporte do menor a autorização.

É permitida apenas 1 bolsa de fraldas por criança como bagagem de mão.

Crianças (2 anos ou mais)“Quando a criança fizer dois anos de idade, um assento com tarifa de adulto deve ser comprado para ela”.

Bebês (menores de 2 anos)

“Aceitamos bebês que tenham no mínimo 2 dias de vida. No entanto, se você estiver viajando com um bebê com menos de 7 dias de vida, seu médico terá que preencher um formulário médico de passageiro antes do voo. Um coordenador de assistência pessoal enviará o formulário diretamente para o seu médico). Bebês devem ser acompanhados por uma pessoa com 17 anos ou mais ou pelos seus pais (de qualquer idade) na mesma cabine.

  • Mesas para trocar fraldas estão disponíveis nos lavatórios de todas as aeronaves de fuselagem larga.
  • Berços estão disponíveis no portão por ordem de chegada, somente durante a viagem, nas aeronaves 777-200, 767-300, 777-300 e 787.
  • Berços não estão disponíveis nas cabines da Primeira Classe e da Classe Executiva”.

Opções de assentos para bebês:

  1. “No colo de um adulto (criança de colo): Os pais ou um adulto a partir de 16 anos pode levar o bebê em seu colo. O bebê deve ser incluído na reserva ao ligar para a Central de Reservas da American Airlines. Taxas internacionais e percentual da tarifa de adulto podem ser aplicados.
  2. Em um assento reservado: Se o seu bebê viajará em um assento próprio, você deverá comprar um bilhete e usar um assento de segurança aprovado pela FAA (Administração Federal de Aviação)”.

Assentos de segurança aceitos

“A maioria dos assentos de segurança aprovados para uso em veículos automotores são aceitáveis para uso em aeronaves. O assento deve ter um encosto e assento sólidos, alças de restrição instaladas para manter a criança com segurança e uma etiqueta que indique a aprovação para uso em uma aeronave”.

A etiqueta pode incluir:

  • “As seguintes observações: “Esse sistema de segurança para crianças está de acordo com todos os padrões federais de segurança de veículos motorizados” e “esse sistema é certificado para uso em veículos automotores e aeronaves” ou “esse sistema é certificado para uso em veículos automotores e aeronave”.
  • Aprovação de um governo estrangeiro ou uma etiqueta que mostre que o assento foi fabricado de acordo com os padrões das Nações Unidas”.

Requisitos do assento de segurança

  • “O assento de segurança não pode ser usado em uma fileira da saída de emergência ou nas fileiras em ambos os lados da fileira da saída de emergência.
  • Instale o assento na direção apropriada para o tamanho da criança e de acordo com as instruções da etiqueta.
  • A criança deve permanecer no assento de segurança com cinto afivelado durante o taxiamento, a decolagem, o pouso e enquanto o aviso para o cinto de segurança estiver aceso.
  • Para levar em um assento de segurança, você deverá ter comprado um assento para a criança ou deverá haver um assento disponível próximo a você. Se não houver um assento próximo e desocupado disponível, o funcionário do portão irá despachar o assento de segurança para o seu destino final”.

Carrinhos de bebê

“Cada passageiro com bilhete tem direito a 1 carrinho de bebê. Apenas carrinhos de bebê pequenos, dobráveis e leves (até 20 lbs/9 kg) podem ser despachados no portão. Qualquer carrinho de bebê que pese mais de 20 lbs/9 kg, seja considerado muito grande ou não dobrável, deve ser despachado no balcão de emissão de bilhetes.

Os clientes podem transportar 1 carrinho de bebê e 1 cadeirinha para carro por passageiro com bilhete comprado. Ambos os itens podem ser despachados no balcão de emissão de bilhetes ou um item pode ser despachado no portão e outro no balcão. Não há cobrança para o despacho destes itens, em caso de adoção ou se estiver viajando com uma criança”.

*Informações retirados do site da AA.

LATAM

download

“Para os menores temos à disposição refeições especiais, além do serviço de menor desacompanhado e opções de entretenimento para amenizar as horas de voo”.

“Crianças podem viajar sozinhas ou acompanhadas de um adulto responsável, dependendo da idade.

  • Crianças entre 2 e 4 anos devem sempre viajar acompanhadas de uma pessoa maior de 18 anos.
  • Crianças entre 5 e 11 anos podem viajar sozinhas apenas no programa Menor Desacompanhado.

Você está viajando com um recém-nascido?

“Para viajar com um bebê recém-nascido (entre 1 e 7 dias de idade), é preciso apresentar autorização médica para o bebê e para a mãe que viaja”.

Você está viajando com crianças menores de 2 anos?

  • “Na cabine econômica, você pode dividir o assento com uma criança, que paga uma porcentagem da tarifa do adulto, além de taxas de embarque e impostos. Se seu voo é dentro do Brasil ou do Chile (exceto Ilha de Páscoa), a criança paga apenas as taxas de embarque e os impostos.
  • Se você está viajando sozinho com dois bebês (até 2 anos), precisa reservar um assento adicional para garantir sua segurança durante o voo, pagando tarifa de criança.
  • Para viajar com um bebê ou criança na Premium Economy ou Premium Business, é preciso pagar a tarifa completa e sem desconto para crianças, já que o menor acompanhante viajará em assento próprio.
  • Quando a criança viajar em assento próprio, será preciso levar uma cadeira certificada para uso em avião ou um arnês de segurança (Aviation Child Safety Device, ACSD) adequado a crianças que pesem entre 10 e 20 quilos. Esta compra deverá ser feita na Central de Vendas, Fidelidade e Serviços ou nas lojas LATAM“.

Se o bebê completa 2 anos de idade durante a viagem, você pode:

  • “Reservar o assento de uma criança para os dois voos (ida e volta) ou
  • Levá-lo com você na ida, dividindo o assento, e comprar um assento para a criança para o voo de volta”.

Documentos necessários: Viagens nacionais (dentro do Brasi)

“Crianças de 0 até 11 anos, viajando acompanhadas de um adulto ou menor de idade emancipado sem parentesco precisam apresentar uma autorização de viagem, além da certidão de nascimento ou documento de identificação“.

Você precisa de um berço para levar seu bebê em sua viagem?

“Se você viaja em cabine econômica, pode levar seu bebê em um confortável e seguro berço. O serviço pode ser solicitado se o bebê pesar menos de 10 kg e medir menos de 71 cm.

Leve em consideração que em nossos aviões Airbus 330 e Boeing 767 temos à disposição apenas um berço por voo. Em nossos aviões Boeing 777 e 787, são dois berços por voo.

Recomendamos que você solicite o serviço com até 48 horas de antecedência ao voo na nossa Central de Vendas, Fidelidade e Serviços“.

Condições do serviço

  • “Reservaremos um assento nas primeiras filas do avião para você, seu bebê e um acompanhante da mesma reserva.
  • Se você viaja com outros passageiros, atribuiremos os assentos de acordo com a disponibilidade e condições da tarifa paga”.

Quanto custa o serviço de berço?

  • “Em voos entre a América do Sul e a América do Norte, Europa, Caribe ou Oceania: US$ 140 (R$ 442*)
  • Em voos dentro da América do Sul e nas rotas Madrid – Frankfurt, Santiago – Ilha de Páscoa, Punta Cana – Miami e Auckland – Sydney: US$ 45 (R$ 142*)

*Os valores em reais (R$) expressos acima são apenas uma referência, que toma como base o câmbio de 15 de março de 2017, no valor de R$ 3,16. O valor será cobrado de acordo com a cotação do dólar do dia do uso.

O serviço é cobrado por trecho e deve ser solicitado com 48 horas de antecedência.

Além desse valor, devem ser somados impostos de venda em países em que se aplica. Se você tem categoria Black ou Black Signature da LATAM Pass ou da LATAM Fidelidade, está isento de cobrança”.

Onde pagar pelo serviço?

“Você pode pagar na nossa Central de Vendas, Fidelidade e Serviços, em uma loja LATAM ou no aeroporto se seu voo é operado pela LATAM Airlines Group, LATAM Airlines Chile, LATAM Airlines Argentina, LATAM Airlines Perú, LATAM Airlines Colombia ou LATAM Airlines Ecuador”.

*Informações retirados do site da LATAM.

GOL

gol-linhas-aereas-logo-2016

Sistema de contenção para crianças (cadeirinha)

“A GOL disponibiliza uma cadeirinha especial que pode ser utilizada a bordo dos aviões, por um valor extra. Ela acomoda uma criança de até 2 anos e deve ser solicitada com antecedência mínima de 48 horas. Por questões de segurança, a instalação da cadeirinha precisa seguir algumas regras, como não impedir a circulação dos passageiros e as saídas de emergência.

Se você quiser, pode levar a sua própria cadeirinha, mas ela deve ter um selo que identifique o produto como apto para ser utilizado em aviões. Nos dois casos, é cobrado um novo assento.

Para reservar uma cadeirinha ou para levar a sua, entre em contato com a Central de Atendimento GOL”.

*Informações retirados do site da GOL.

DELTA

Delta-Logo

Onde Colocar a Cadeira para Bebês

“O assento da janela é o local preferencial para o sistema aprovado de cadeira para bebês (assento de carro). Outros locais podem ser aceitáveis desde que o sistema de cadeira para bebê (assento de carro) não esteja instalado entre outros passageiros e o corredor.  Um acompanhante adulto deve sentar-se ao lado da criança. Mais de um sistema de cadeira para bebê (assento de carro) pode estar em uso na mesma fileira e seção de assentos. Ao usar um assento de segurança infantil, não escolha assentos nas seguintes áreas:

    • Assentos do corredor
    • Fileiras com saídas de emergência
    • Qualquer assento que esteja uma fileira à frente ou atrás da saída de emergência
    • Assentos da primeira fila, quando o assento de segurança for uma combinação de assento de carro e carrinho de bebê.
    • Poltronas-cama na área Delta One™ das seguintes aeronaves: Aeronave Airbus A330-200 ou A330-300; Boeing 777, 767 ou 747*

    *Assentos de segurança para bebês não são permitidos nesta área, uma vez que o cinto de segurança com airbag não pode ser desativado”.

    Decolagem e pouso
    “Um adulto (maior de 18 anos) poderá segurar um bebê ou colocá-lo em uma cadeira para bebês aprovada pela FAA durante a decolagem ou pouso. Assentos de carro do tipo cadeira com altura ajustável não são permitidos durante o taxiamento, decolagem e pouso”.

    Cadeiras para Bebês e Responsabilidades dos Adultos
    “Os comissários de bordo da Delta verificarão com os adultos acompanhantes para garantir que as crianças estejam devidamente presas em seus assentos de segurança e no assento da aeronave. O adulto acompanhante, entretanto, possui as seguintes responsabilidades ao usar uma cadeira infantil durante a decolagem e o pouso:

    • certificar-se de que o assento da cadeira para bebês esteja de acordo com as orientações da FAA (consulte as orientações abaixo)
    • Certificar-se de que o assento da cadeira para bebês funcione adequadamente e não apresente defeitos aparentes
    • Fixar a criança de acordo com as instruções de segurança do fabricante
    • Certificar-se de que a criança não exceda o limite de peso da cadeira para bebês
    • Certificar-se de que a cadeira para bebês esteja presa ao assento usando o cinto de segurança do assento da aeronave”.

    Cadeiras para Bebês Aprovadas
    “Todas as cadeiras infantis apresentam uma etiqueta indicativa da sua conformidade com as exigências de segurança.

    As cadeiras que atendam às qualificações e rotulagem abaixo são aprovadas para uso em voos da Delta.

    Cadeiras fabricadas nos EUA após 25/2/85 com as seguintes etiquetas:  

    • Atende a todos os padrões federais aplicáveis a veículos automotores
    • Certificada para uso em veículos automotores e aeronaves.

    Cadeiras fabricadas nos EUA entre 1/1/81 e 25/2/85 com a seguinte etiqueta:   

    • Atende a todos os padrões federais aplicáveis a veículos automotores

    Cadeiras fabricadas fora dos EUA com as seguintes etiquetas:

    • Etiqueta comprovando aprovação de um governo estrangeiro
    • Fabricado de acordo com os padrões das Nações Unidas

    Cadeiras não permitidas:  

    • Cadeira para bebês com ajuste de altura, mesmo que apresentem etiqueta indicando estar de acordo com os padrões norte-americanos, das Nações Unidas ou de um governo estrangeiro
    • Coletes, cintos e assentos de segurança para crianças que não sejam assentos CARES aprovados pela FAA”.Bebê de Colo
      “Bebês e crianças menores de 2 anos podem viajar gratuitamente dentro dos EUA se um adulto (com 18 anos ou mais) levar o bebê nos braços ou colocar o bebê em uma cadeira para bebês aprovada pela FAA durante a decolagem e o pouso. Visite a nossa seção de Tarifas para crianças para conhecer outros requisitos adicionais e informações sobre preços de viagem com bebês”.

      Como reservar sua viagem
      “Ao viajar com um bebê ou criança, poderá ser conveniente reservar um pouco mais de tempo entre os voos para descansar ou usar o banheiro durante a viagem. Os nossos Mapas de aeroporto podem ajudá-lo a planejar as suas escalas até mesmo antes de chegar ao aeroporto”.

      Designação de Assentos
      “Se o seu filho estiver viajando como uma criança de colo, seu cartão de embarque incluirá uma designação de criança de colo para alertar a tripulação. Após comprar seu bilhete e antes de chegar ao aeroporto, você poderá visualizar ou alterar o seu assento. Devido aos regulamentos da FAA, viajar com uma criança restringe sua capacidade de ocupar alguns assentos na aeronave. Para se certificar de que você e seu filho estejam seguros e confortáveis durante a viagem, leia Assento para Bebês e de Criança e Tipos layouts de aeronave para mais detalhes”

      Bagagem do Bebê
      Consulte nossas orientações para Itens de Bebês e Crianças para obter detalhes específicos sobre bagagem de mão, inclusive assentos de retenção para crianças, carrinhos e sacolas de fraldas. Durante a inspeção de segurança, a TSA geralmente fará uma disposição especial para itens como medicamentos, leite materno e fórmula para bebê. Verifique a seção “Viajando com crianças” no website da TSApara informações e vídeos úteis sobre viagens com bebês e restrições de bagagem de mão”.

      “Carrinhos, assentos de segurança para crianças e outros artigos infantis
      Carrinhos e cadeiras de bebês não são contados como parte da bagagem padrão e, portanto, podem ser facilmente despachados gratuitamente. Para sua conveniência, estes itens podem ser despachados na calçada, no balcão de passagens ou no portão.

      Cadeiras para bebês podem ser trazidas a bordo do avião em determinadas circunstâncias. Por exemplo, se houver um assento de passageiro vago na sua fileira, você poderá por seu filho na cadeira para bebês aprovada pela FAA naquele assento vago durante o pouso e decolagem. Se não houver assentos vagos disponíveis para a sua cadeira de bebê, o item deve ser despachado no portão por um representante da Delta.

      Além do limite de uma bagagem de mão, você pode levar um assento regulável, outro assento infantil ou berço para a aeronave como um item adicional gratuito (sujeito às restrições de tamanho da bagagem de mão). Se transportar um assento infantil ou berço, ele deverá ser firmemente preso por um cinto de segurança para ser guardado em um assento da aeronave”.

      Berço portátil (SkyCots)

      • “Também conhecidos como SkyCots, os berços portáteis estão disponíveis gratuitamente para passageiros que ocupam assento na primeira fila em aeronaves equipadas para alguns voos internacionais.
      • SkyCots podem ser solicitados por contato com Reservas antes de chegar no aeroporto ou falando com o agente do portão de embarque, mas não pode ser garantido devido ao limite de dois SkyCots por aeronave e restrições de peso.
      • Os bebês que podem usar SkyCot devem pesar até 9 kg (20 lb) e medir até 66 cm (26 pol).
      • Atenção: os pais devem segurar os bebês durante o pouso e a decolagem”.

        BEBÊS/CRIANÇA SEM BILHETE

        SEM LIMITE DE BAGAGEM (A BAGAGEM ESTÁ INCLUÍDA NO LIMITE DO ADULTO ACOMPANHANTE)

        Bebê/criança com bilhete, internacional, 10% da tarifa do adulto

        1 mala despachada de até 20 lb (10 kg), com dimensão externa máxima de 45 polegadas (comprimento + largura + altura), mais 1 carrinho ou cadeirinha totalmente desmontável despachados

        Bebê/criança com bilhete, 50% da tarifa do adulto

        Limite padrão para bagagem de adultos

      *Informações retirados do site da DELTA.

      AZUL

      azul-logo-1

      “Crianças de colo embarcam gratuitamente, desde que viajem no colo de adulto responsável”.

      Veja quais são as regras*:

      • “Para viajar para fora do distrito onde mora, desacompanhada dos pais, deverá ser apresentado autorização judicial, ou autorização de pessoa maior, expressamente autorizado pelos pais, com firma reconhecida.
      • Se a criança estiver acompanhada dos pais ou responsáveis legais, ou por algum adulto (ascendente ou colateral maior, até o terceiro grau) com parentesco comprovado, a autorização não será exigida”.

      Disponível durante compra pelo site, pelo Azul Center e no aeroporto.

      “Crianças de 2 anos a 11 anos podem viajar, desde que acompanhadas de um adulto. Basta informar no início da compra de sua passagem, antes de clicar em “pesquisar e comprar”, se um dos passageiros se encontra nessa faixa etária. *Em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente, seção 3, artigo 83, parágrafos 1º e 2º”.

      *Informações retirados do site da AZUL.

      LUFTHANSA

      Lufthansa-Logo-1024x768

      Sistemas de retenção para crianças

      “Lamentavelmente, a Lufthansa não lhe pode disponibilizar um sistema de retenção para crianças, mas na qualidade de progenitor, incentivamo-lo a trazer consigo para bordo a cadeira auto da criança ou do bebé, para utilização dos seus filhos. Note por favor que o sistema de retenção para crianças é sua propriedade e como tal é da sua inteira responsabilidade”.

      As vantagens do uso de sistemas de retenção para crianças

      “Os sistemas de retenção para crianças, ou cadeiras auto ou as cadeiras auto para bebés podem ser utilizados a bordo de modo a aumentarem o nível de segurança passiva de bebés e crianças (até aos 7 anos de idade). A sua utilização é completamente voluntária. Uma vez que as famílias com crianças beneficiam de embarque prioritário nos voos da Lufthansa, terá todo o tempo necessário para chegar ao seu lugar e instalar o assento da criança sem pressas”.

      Condições para a utilização de sistemas de retenção para crianças

      “Ao trazer para bordo o seu próprio sistema de retenção para crianças, está a confirmar que

      • Tem conhecimento das Condições Gerais de Transporte praticadas pela companhia aérea.
      • Cadeiras de bebé com sistema de segurança também são aceites pela Lufthansa (ver tabela em PDF). Se pretende utilizar um sistema de retenção para crianças não homologado, não lhe podemos garantir que o possa usar a bordo. Os sistemas de retenção para crianças que se compõem de somente fitas que se apertam por cima e/ou à volta do apoio de costas do assento não podem ser utilizados a bordo.
      • O SRC está em perfeito estado de funcionamento; está familiarizado com as instruções de utilização e adaptação a aviões do fabricante e consegue instalar o sistema de retenção no assento do avião autonomamente. Apelamos à sua compreensão para que, infelizmente, os nossos assistentes de bordo não poderão auxilia-lo na instalação do sistema de retenção para crianças no assento do avião.
      • Concorda que o SRC terá de ser transportado como bagagem de porão caso seja impossível instala-lo corretamente no assento do avião”.

      Pontos a ter em conta aquando da reserva e do check-in

      “A utilização de sistemas de retenção para crianças, é, claro, completamente gratuita. Note no entanto que o SRC terá de ser instalado num assento. Para uma criança de idade inferior a dois anos terá assim de comprar um bilhete de CRIANÇA.
      Os restantes passageiros não poderão ser incomodados pela utilização do SRC e este não pode impedir a circulação dos outros passageiros na eventualidade de uma possível evacuação de emergência. Por este motivo, foram adotadas as seguintes regras relativas ao embarque e atribuição de lugares; por favor, observe-as ao efetuar o check-in e ao selecionar o seu lugar:

      • Recomendamos a escolha de um lugar à janela para a criança que irá utilizar o sistema de retenção. Como adulto acompanhante, deverá ocupar o lugar imediatamente ao lado da criança.
      • Se pretende utilizar um sistema de retenção para crianças não homologado, não lhe podemos garantir que o possa usar a bordo. Os sistemas de retenção para crianças que se compõem de somente fitas que se apertam por cima e/ou à volta do apoio de costas do assento não podem ser utilizados a bordo.
      • Por favor, evite reservar lugares nas filas das saídas de emergência”.

      *Informações retirados do site da Lufthansa.

      COPA

      Copa Airlines vector logo.png

      Bebês

      “Crianças com menos de dois anos são consideradas bebês e viajarão sempre acompanhadas por um adulto. Uma criança entre 0-23 meses de idade não ocupa um assento já que viaja no colo de um adulto.

      Se um adulto viajar com mais de um bebê, deverá comprar um assento para o(s) bebê(s) adicional(is).

      É proibido viajar:

      • Bebês nascidos em menos de sete dias.
      • Bebês que necessitam de incubadoras”.

      Custos

      Voos dentro da Colômbia e Panamá (domésticos) Não há tarifa
      Voos internacionais Se o bebê esta viajando no colo de um adulto, a tarifa pode ser equivalente a 10% dependendo da tarifa publicada utilizada pelo adulto mais os impostos.*
      Caso ocupar uma cadeira, será aplicado o desconto normal para crianças de acordo aos regulamentos da tarifa correspondente à rota utilizada.

      * Só se aceita uma criança de colo por adulto.

      * Se durante a viagem, seu bebé (0 até 23 meses) atinge a idade correspondente a de uma criança (2 a 11 anos), e você comprou um bilhete infantil de ida e volta no início da viagem, deve pagar a diferença de tarifa no retorno de acordo com a idade da criança, pois a criança ocupará um assento dentro do avião.


      Cadeiras de bebê’

      “A Copa Airlines aceita as cadeiras de bebê como bagagem de mão, quando não excederem as medidas máximas aceitas para bagagem de mão, e podem ser colocada nos compartimentos superiores ou debaixo do assento do cliente.

      Se despachar o assento como bagagem, deverá pagar todas as taxas de excesso de bagagem, tamanho e peso correspondentes”.

      Especificações do tipo de assento para crianças:

      • “Deve cumprir todas as normas federais para veículos com motor correspondentes. Caso o assento tenha sido fabricado após 12 de fevereiro de 1985, deve estar aprovado para ser usado em automóveis e aeronaves.
      • O adulto acompanhante é responsável por:
        • Garantir que o assento funcione corretamente,
        • que a criança não ultrapasse os limites do assento,
        • que esteja seguro corretamente no assento,
        • que o assento esteja seguro no assento da aeronave.

      Observação: Se você viajar com um carrinho para bebê e um assento de bebê para carro, além da bagagem permitida livre de taxas, só um desses artigos será transportado sem taxa adicional”.

      *Informações retirados do site da COPA.

       

      É isso! Espero que tenha ajudado! E não se esqueçam, tirem suas dúvidas antes da viagem e se tiverem alguma dúvida que eu possa exclarecer, deixem nos comentários 🙂

      Beijos,

      Thais ^.^

Festa de 1 ano do Caio: Pocoyo

Bom dia!

Estou devendo para vocês os posts sobre as festas de aniversário do Caio (1 e 2 anos).

Então, hoje vou falar um pouco sobre a festinha do 1 aninho tão esperado por nós mamães ♥

Buffet

Escolhemos fazer a festa em um buffet. Muitas pessoas falam que a festa de 1 ano é só para os convidados, que a criança mesmo não curte… No nosso caso, realmente Caio não curtiu muito, ainda não andava, mas fez a felicidade dos amigos e familiares: ficou passando de colo em colo haha. Fora que eu e o marido aproveitamos “essa folga” para comer, conversar, brincar. Mas já ouvi algumas amigas dizerem que sim, que os filhos aproveitaram a festa de 1 aninho, por isso, acho que é muito relativo essa questão de aproveitar e não aproveitar.

Eu particularmente gostei bastante de juntar amigos e familiares em um buffet muito aconchegante e com comidas deliciosas 🙂 Optamos pelo buffet Planeta Kids do Tatuapé!

IMG_9365

A escolha do buffet deve caber no orçamento, não sou a favor de se entupir de dividas para pagar uma festa (parcelar cabendo no orçamento é um coisa, fazer o impossível e se enrolar, é outra). Conversamos e fizemos as contas, pois o buffet tinha que estar pago até o dia da festa e acabamos fechando o buffet faltando menos de 4 meses para o grande dia.

Escolhi fazer a festa no horário do almoço (das 12h às 16h), para não atrapalhar o sono da noite e foi a melhor escolha. Ele tirou a sonequinha da tarde no buffet e não ficou nada enjoado. Também acho que festa de criança combina com o horário da tarde.

IMG_9477

IMG_9563

Bom, não tenho absolutamente nada para reclamar do Planeta Kids. Lindo, moderno, com brinquedos para todas as idades (incluindo os pequenos de 1 ano), muitas comidinhas e salgadinhos de entrada, doces divinos e o almoço estava muito gostoso também! Acho que ninguém reclamou de nada, estava tudo “perfeito”, do jeito que sonhei ❤ Super indico!!!

Tema

O tema não poderia ter sido outro, afinal, Caio gostava de Pocoyo desde os 3 meses ^.^

Após a escolha do tema, corri pra internet a procura de inspirações para a festa. Como iria ser em buffet, a mesa central é por conta deles. No dia de fechar o buffet, fizemos degustação de tudo e escolhi a mesa que mais me agradou.

IMG_9586.jpg

Eu fiz as guloseimas, os arranjos de mesa e as lembrancinhas. Tudo DIY em casa mesmo! A minha ideia não foi somente economizar, mas fazer parte de alguma forma da festa do meu filho e eu amei o resultado em todas as festinhas dele que fiz até hoje!

Convite

O convite e as artes digitais eu encomendei pelo Elo 7 (Atelier Doces Mimos). Imprimi em casa mesmo usando papel Opaline e coloquei em envelopes azuis. O convite foi bem simples desta vez, mas ficou fofo!!! Os adesivos eu encomendei com uma amiga que conhece uma gráfica muito boa, ficaram ótimos!

img_8343.jpg

 

Lembrancinhas

Para as crianças opei por fazer algo que eles realmente gostassem e que tivesse a ver com o tema. Foi um pouco difícil, porque tudo o que é ligado a brinquedos e diversão faz parte dos episódios do Pocoyo: desenho, brinquedos diversos, bolinhas de sabão, pintura… Pensando nesta linha, decidi por fazer um kit de artes contendo uma mini tela, um pincel e dois potes de tinta. Comprei tudo na 25 de março, no Armarinhos Fernando.

Comprei sacolas de craft, colei o adesivo da tag de agradecimento e coloquei os kits em saquinhos com fita de cetim azul turquesa (que sobrou do chá de bebê ).

E para os adultos, teve caneca personalizada!!! Ficou um arraso, amei ❤

IMG_4887

 

Arranjo de mesa + mesa das guloseimas

Para fazer os arranjos, usei umas cestinhas de papel em formato de cesta de piquenique. Eu já tinha algumas do chá de bebê (usei para colocar os chás e os saches de açúcares e adoçantes) e acabei comprando mais. No Pocoyo também tem piquenique, então estava super ornando com o tema!

O buffet disponibilizou nas mesas bexigas azuis (minha escolha), então, coloquei dentro das cestinhas, juntamente com palha, três palitos de marshmallow e um palito com uma tag colada. Ficou simplesmente fofo! Eu não havia montado o arranjo em casa, a montagem foi somente no buffet e me surpreendeu de tão meigo que ficou!

IMG_9392

 

 

IMG_9444

IMG_9638

Aluguei um mesa branca para colocar as guloseimas (coisa que o buffet também oferece, mas eu mesma quis fazer e personalizar do meu jeito, ao menos nisso teria a minha mão hehe). Para compor a mesa, eu fiz em casa bolinhas de sabão, saquinhos com bala de goma, chocolate, pirulitos de chocolate (encomendei com a Pri do @cookiesbypriscila), caixinha com balinhas de açúcar, tubete com mini confetes e água (encomendei com a minha amiga Van do @princethordesign).

IMG_4120.png

Fiz tudo em casa ^.^

IMG_9393

Lembrancinha dos adultos

IMG_9636

IMG_9367

Lembrancinha das crianças

 

Mesa central

A mesa central é escolhida no dia da visita ao buffet e realmente não me lembro a empresa que montou 😦 Mas ficou muito linda, vejam as fotos ⇓

IMG_9381

IMG_9382

É isso! Espero que tenham gostado 🙂

Muito em breve eu faço o post da festa de 2 anos >.<

Beijos,

Thais ^.^

Check list de viagem do Caio

Boa noite!

Agora que voltei de viagem, vou tentar colocar em ordem os posts que vocês estão me pedindo!

Um deles é sobre a minha check list de viagem do Caio.

Essa lista eu mesma elaborei, de acordo com as minhas necessidades e as necessidades do Caio. Não, o Caio não usa calcinha, ou biquíni, apenas acrescentei na lista para as mamães de meninas se identificarem ❤

Para quem quiser saber o que eu levo pra mim, vou deixar o link de um post que fiz sobre o planejamento da minha viagem para a Califórnia e Nevada em 2013, no meu blog sobre viagens, Álbum de Turismo (clique aqui).

Sobre brinquedos e alimentação…

Vocês verão que algumas coisas o Caio já não usa mais, como babadores, na área ALIMENTAÇÃO. Eu penso em ter outro filho, por isso não tirei. Também para as mamães que tem bebês não se esquecerem!

Sempre levo polvilho e suco de caixinha na mala de mão. Suco de caixinha não passa pela segurança, então eu levo e já dou antes de entrar na fila do embarque.

Vocês também verão que na área dos brinquedos eu coloquei milhares de opções haha. Por que? Simplesmente porque eu esqueço o que levar se ler apenas “brinquedos” 🙂

Sobre os remédios e os documentos…

Os remédios que estão aí, são de uso geral, que vendem sem receita médica. Sempre levo uma receita da pediatra com outras medicações mais específicas, juntamente com as medicações, afinal, nunca sabemos o que nos espera e comprar remédio no exterior é um problema, devido aos nomes dos componentes que nem sempre sabemos o que significa.

Não levo cartão do plano de saúde e do SUS para viagens fora do país.

A ficha de permissão de viagem do menor com apenas um dos responsáveis só deve ser feita se a criança não possui a autorização descrita no passaporte, se já tiver, não precisa levar. Eu levei nesta viagem, porque viajei sem meu marido e não foi necessário.

Sobre acessórios…

Não estranhem ao ler “sabão de roupa”, porque esta lista serve para todas as viagens que faço. Quando vamos para a praia, eu lavo as roupas do Caio lá, então, não posso esquecer!

Ah, o (  ) é para colocar a quantidade de cada coisa que irá levar. Se for algo individual (tipo banheira), eu coloco  ou se não irei levar, coloco um X. Sempre acompanho a previsão do tempo para onde vou, assim, monto a mala com mais confiança, mas não deixo de levar roupas da estação oposto.

Segue o link planilha abaixo:

Viagem_Planilha

É isso, gente! Caso lembrem de algo a mais, me avisem que eu acrescento 😉

Beijos, Thais

Introdução Alimentar: papinhas salgadas (com 6 meses) Parte 3/3

Boa tarde!

Este é o último post da IA do Caio!!!

*Para  ver post sobre os sucos, clique aqui!

*Para ver post sobre as frutas, clique aqui!

PAPINHA SALGADA

As papinhas salgadas no começo, foram meu desespero. Tinha medo de não conseguir fazer direito, de o Caio não aceitar, de congelar ou não congelar… Foi uma loucura!

Aos 6 meses começamos a IA de fato e para a minha surpresa, foi um sucesso total! Caio comia absolutamente tudo o que eu oferecia e se não comia tudo, deixava quase nada!

img_4106

img_4112

As orientações para fazer as papinhas foram:

  • refogar 1 pedaço de carne com um pouco de óleo de milho (não colocava óleo, só um pouco de água, depois, passei a colocar uma gotinha de azeite)
  • colocar 1 folha: espinafre, almeirão, couve (quanto mais verde melhor)
  • colocar 1 legume da família da batata: batata, mandioca, mandioquinha, inhame, cará, abóbora, batata doce…
  • colocar 1 legume: abobrinha, berinjela, chuchu, cenoura, vagem, beterraba…

– Depois de refogar a carne, colocar os ingredientes com água e deixar cozinhar até amolecer.

– Temperar com sal, azeite e cebolinha quando for oferecer (nas primeiras papinhas eu não colocava nada e o Caio comia tudo. Depois, passei a colocar um pouquinho de azeite e de vez em nunca, uma pitadinha de sal).

IMG_4111.PNG

Esses potinhos eu usava para congelar as papainhas do almoço e os menores da OXO, as do jantar

A princípio, guardava nos potinhos os legumes sem amassar, só os pedacinhos mesmo. Queria ver qual alimento ele gostava ou não gostava. Não deu muito certo, então passei a amassar separado, mas colocava no mesmo potinho os dois legumes e a verdura bem cortadinha. Também colocava um pouquinho da água do cozimento em cada potinho, para ficar mais molinho.

Eu cozinhava e congelava para a semana inteira (12 papinhas – almoço e jantar). Meu ritual do domingo a noite era fazer as papinhas rsrs e confesso que disso não sinto saudades!

Depois de 1 semana, o jantar foi liberado e eu fazia a mesma coisa, só mudava os dois legumes.

Com 2 meses de introdução alimentar, a carne e o frango foram liberados também! Cozinhava uma semana carne e na outra semana frango, alternando. As verduras eram as mesmas no almoço e jantar, só alterava os legumes: se no almoço tinha cenoura e mandioquinha, no jantar tinha chuchu e batata doce, por exemplo.

Preparava o almoço em uma panela e o jantar em outra. Isso durou até os 9 meses. Com 10 meses ela já comia os legumes em pedacinhos, arroz, feijão, macarrão cabelo de anjo, ovo (primeiro só oferecia 1/4 da clara, depois de 1 mês, foi liberada a gema e oferecer metade do ovo).

IMG_4116.PNG

Eu nunca fui muito de inventar pratos e comidas diferentes. Sempre ofereci o que era orientado. Aqui não teve sufle de nada, risoto ou outro prato elaborado. Confesso que acho muito bacana as mamães que tem conhecimento e criatividade para fazer e oferecer comidinhas diferentes para o filho. Mesmo eu fazendo sempre o básico, o Caio comia muito bem diferentes tipos de alimentos e isso já bastava.

Com 1 ano, introduzimos a comida da casa. Mudei alguns temperos e passei a utilizar sal rosa nas nossas refeições (tem inúmeros benefícios, além de menos sódio e fácil absorção pelo organismo). Agora ele está com 1 ano e 9 meses e não está mais comendo tão bem como antes. No jantar, as vezes come apenas algumas colheradas, mas no almoço come melhor, geralmente, quase tudo.

IMG_4124.PNG

Para facilitar meu dia-a-dia, já que marido e eu não jantamos, passei a comprar marmitinhas que podem ser congeladas e descongeladas no microondas. No dia que faço almoço, congelo 2 ou 3 porções para o Caio, assim, ele sempre tem comidinha caseira para o jantar e para os finais de semana. Isso facilita e muito a minha vida, porque o Caio almoça na escola e como não temos o costume de jantar, congelando a comida do almoço, eu garanto o jantar dele todos os dias!

IMG_4118.PNG

Bom, chegamos ao fim dos posts sobre a IA do Caio! Se tiverem alguma dúvida, só perguntar que eu respondo!

Beijos,

Thais ^.^

Lancheira equilibrada

Bom dia!

Com a volta as aulas, volta o preparo da lancheira.

Ano passado sofri bastante, foi o primeiro ano do Caio na escola e eu não tinha muitas ideias de lanches e quase sempre enviava o mesmo. Coisas de mamãe de primeira viagem.

Mas decidi que precisava mudar, proporcionar um lanche mais diversificado e saboroso para o Caio, afinal, ele faz muitas atividades na escola e eu quero que a hora do lanche seja um outro momento de prazer, que ele veja que a mamãe preparou um lanchinho delicioso pensando apenas nele ❤

img_3190

Tem duas semanas que iniciaram as aulas e tem duas semanas que estou me programando semanalmente para preparar a lancheira do Caio. E não é que deu certo? E tudo o que dá certo, acho legal compartilhar com vocês.

Fiz uma tabela contendo nomes de frutas, coisinhas salgadas, coisinhas doces e bebidas e no sábado eu sento uns 5 ou 10 minutinhos e preparo o lanche da semana inteira! Eu me organizei até melhor na hora das compras, sabe? Eu comprava um monte de frutas e muitas iam pro lixo. Agora, eu compro as frutas que vou usar pra preparar a lancheira e mais algumas para comer em casa. Economizei e não desperdicei 🙂

img_3346

Já ouvi nutricionistas dizerem que os lanches da manhã e da tarde devem conter:

  • 1 fruta
  • 1 derivado de leite
  • 1 carboidrato

Mas já ouvi um nutricionista dizer que não tem necessidade do carbo… Enfim, eu envio sim, só o derivado de leite que não envio todos os dias, pois o Caio toma leite na escola as 17h.

img_3375

Vamos ao que interessa, segue a planilha:

Lanche do Caio  
Fruta Doce Salgado Bebida
Banana Bolacha de Maisena Pão de Queijo Suco de Melão
Maçã Bolacha Passatempo Polvilho Suco de Melancia
Cereja Bolacha Belvita Bolacha de Água e Sal Suco de Maracujá
Pitaya Sequilho Bolacha Integral Suco de Manga
Mamão Bolo de Chocolate Bisnaguinha com… Suco de Morango com Leite
Tangerina Bolo de Iogurte Queijo Branco Suco de Goiaba
Kiwi Biscoito caseiro Castanhas Suco de Acerola
Pera Uva passa Lanchinho… Água de Coco
Morango Bolo de Massa Bolacha de Arroz Iogurte
Uva Cookies Cenourinha Yakult
Melancia   Pão Francês com… Suco de Caixinha
Melão   Ovo de Cordorna Suco de Abacaxi
Manga   Pastel Assado Suco Integral
Goiaba   Pão de Mandioquinha com… Purê de Frutas
Pêssego   Pão de Leite com…
Ameixa   Milho Cozido
Carambola Pão de Cenoura com…
Framboesa Pão de Forma com…
Amora Pão Integral com…
Abacaxi
 
 
Complemento dos pães:
Queijo Branco
Queijo Mussarela
Patê de atum com alface
Ricota
Requeijão
Ricota com cenoura ralada, alface e tomate
Alface, requeijão, tomate e queijo
Requeijão, cenoura ralada, tomate e queijo
Ricota, cenoura ralada e queijo

 

Não ficou muito boa a planilha aqui, mas no link abaixo, vocês conseguem visualizar melhor ⇓

lanche

img_3464

É isso… Eu olho a planilha e escolho os lanchinhos da semana. Já que a minha lista da semana que vem está pronta, vou compartilhar com vocês:

Segunda:

  • Fruta: manga
  • Doce: sequilho
  • Salgado: pão de queijo
  • Bebida: suco natural de maracujá

Terça:

  • Fruta: Kiwi
  • Doce: bolacha rosquinha de coco
  • Salgado: queijo branco
  • Bebida: suco natural de maçã

Quarta:

  • Fruta: pessego
  • Doce: bolacha de maisena
  • Salgado: ovo de codorna
  • Bebida: suco natural de melão

Quinta:

  • Fruta: banana
  • Doce: bolinho caseiro de iogurte
  • Salgado: biscoito de polvilho
  • Bebida: suco de acerola

Sexta:

  • Fruta: framboesa (para a turma)
  • Doce: uva passa
  • Salgado: pão de forma com queijo branco
  • Bebida: suco natural de manga

img_3405

Espero ter ajudado! E me deem outras dicas do que complementar na tabela 🙂 Pode ser aqui no insta @mamaenaescola

Beijos,

Thais ^.^

Jogos pedagógicos da Ciabrink Brinquedos

Boa tarde!

Recebi três brinquedos pedagógicos da Ciabrink Brinquedos e gostaria de compartilhar com vocês minha opinião sobre eles e já aproveito para indicar como presente para o Dia das Crianças 🙂

1) Quebra-Cabeça “Meus Amigos Animais”: ótimo para os pequenos acima de 2 ou 3 anos. Cada bichinho tem uma cor específica para as suas peças, o que facilita os pequenos na hora de separar para montar. Cada animal tem um “grau de dificuldade”, o sapo tem 2 peças, o gato 3 peças, o cachorro 4 peças e o macaco 5 peças. Comece pelo mais fácil e depois, vá sugerindo os demais. O material é feito de madeira reflorestada, a caixa é super resistente, contém 14 peças e ainda vem com um saquinho de TNT para guardar o jogo. O quebra-cabeça ajuda a desenvolver o raciocínio lógico, concentração, atenção, coordenação motoro fina, entre outros.
img_7741

IMG_7735.JPG

2) Quebra-Cabeça “Meus Dinos”: este quebra-cabeça é mais “fácil” de montar que o outro, pois ele é em formato de quadrados, com 4 peças em cada um. Ótimo para os pequenos com 2 anos, pois basta separar os cenários de cada um (são quatro, de dinossauros), ir agrupando e se divertir! Também é feito de madeira reflorestada, a qualidade da caixa é muito boa, possui 16 peças e vem com 2 saquinhos de TNT para guardar as peças. Assim como o outro quebra-cabeça, este ajuda a desenvolver o raciocínio lógico, concentração, atenção, coordenação motoro fina, entre outros.

img_7739

img_7742

3) Jogo de alinhavo “Aprendendo os Primeiros Laços”: para as crianças que estão com 3 ou 4 anos, este jogo é maravilhoso! Todo feito em E.V.A, ensina os pequenos a amarrarem o tênis e ainda treinarem coordenação motora fina. Tenho muitos alunos com 4 anos que não sabem amarrar o tênis e já levei pra escola para eles treinarem. Contém 19 peças muito bem elaboradas, com base, cadarços, pares de abas e pares de tênis. Os pequenos aprendem a se concentrar, ajuda a desenvolver a agilidade, atenção, concentração, raciocínio lógico e outros.

img_7730

img_7733

Espero que tenham gostado das dicas, porque eu realmente amei os brinquedos da CiaBrink. Não conhecia e fiquei encantada! A qualidade dos materiais é algo indispensável, afinal, os brinquedos são manuseados pelos pequenos e precisam ser de ótima qualidade e a CiaBrink possui materiais de primeira que não oferecem risco nenhum para as crianças (minha opinião sobre os brinquedos que recebi).

Outro item que eu gostei bastante, foi o saquinho de TNT acompanhando os jogos! Assim fica mais fácil de guardar as peças e a caixa pode ser reciclada 🙂

IMG_7748.JPG

Beijos,

Thais ^.^

Musical: A Bela e a Fera

Bom dia!

O Dia das Crianças se aproxima e que tal levar os pequenos para curtir uma super produção no Teatro Bradesco?

A Bela e a Fera fará uma curta temporada em São Paulo, após encantar quase um milhão de espectadores em cidades do Brasil, Argentina, Chile e Peru.

O musical produzido pela Black and Red e dirigido por Billy Bond, entra em cartaz no Teatro Bradesco. A montagem do aclamado italiano, responsável pela encenação de Mágico de Oz, Cinderella e Os Miseráveis, entre muitos outros.

A peça conta a história de Bela, jovem inteligente que vive em uma pequena aldeia e é considerada estranha pelos moradores locais. Seu pai, Marcel, um ex-comerciante que perdeu toda sua fortuna, se converte em um inventor considerado louco por todos da cidade. Ela é cortejada por Gastón, desastrado galã que pretende casar com ela. Mesmo sendo considerado bonito por todas as jovens do lugarejo, Bela não o suporta, pois vê nele uma pessoa primitiva e horrorosa. Quando seu pai é ameaçado covardemente de perder sua casa para Gastón, ela foge para impedi-lo de alcançar seu propósito.

evento724_banner.jpg

Bela se perde nos bosques durante uma tormenta e, para fugir da perseguição dos lobos, procura abrigo em um castelo. Lá, torna-se prisioneiro da Fera, o senhor do castelo, que na verdade é um príncipe amaldiçoado por uma feiticeira, quando negou abrigo a ela. Os moradores do castelo também foram transformados em objetos falantes e sentem que este encontro pode ser a chance do feitiço ser quebrado. Isto só acontecerá se a Fera amar alguém e ter o amor retribuído. Mas isso deve ser rápido, pois quando a última pétala de uma rosa encantada cair, o feitiço não poderá ser mais ser desfeito.

Neste ano 2016, o público paulista vai conferir um espetáculo RENOVADO PELA TECNOLOGIA MODERNA e recheado de efeitos especiais e de iluminação, recursos de gelo seco, equipamentos que fazem a plateia ter a sensação de fazer parte do espetáculo. Entre os truques, destaca-se a levitação e o voo de um fantasma, num recurso ilusionista. O 4D, efeito inovador no palco, aproxima ainda mais os espectadores do universo mágico de A Bela e a Fera. “O público sente o cheiro das rosas, da chuva, sente o vento, a neve e muitas outras sensações que fazem parte da história”, relata Billy Bond.

Informações:

Espetáculo: A BELA E A FERA

Local: Teatro Bradesco (Shopping Bourbon – Rua Palestra Itália, 500 – 3º piso. Perdizes)

Temporada: até 23 de outubro (sábados, às 15h e domingos, às 11h e às 15h. Sessão no dia 12 de outubro – quarta, às 15h).

Classificação: livre

Ingressos: de R$ 40,00 à R$ 120,00.

Irei amanhã com o Caio e falarei sobre no meu Instagram @mamaenaescola 🙂

Beijos,

Thais ^.^